sábado, 25 de abril de 2009

amigos

.
Li há dias no New York Times um artigo acerca de estudos recentes que apontam para a importância da amizade e das redes sociais para a saúde dos indivíduos. Estes investigadores começam a estudar o papel dos amigos enquanto armas contra a depressão e a doença, contribuindo para um envelhecimento mais lento e uma vida mais prolongada.
São boas notícias para quem, como eu, tem a ventura de estar rodeada de bons amigos. E pode até surpreender que se viva mais tempo assim. Mas mais do que viver mais tempo, estou certa de algo para o qual não necessito das conclusões de nenhum estudo científico: vive-se muito melhor!
Quero aproveitar para agradecer a todos os meus amigos (presentes fisicamente ou à distância de um e-mal, sms ou telefonema) que contribuiram para tornar o meu dia de aniversário um dia especial. Retribuirei sempre o carinho.

4 comentários:

Alfredo F. disse...

Pois eu fui um dos que teve que ficar à distância de um telefonema.

Não me parece é nada interessante estar a receber "e-mal" no dia de aniversário... :-)

CF disse...

ehehehe
Bolas! Não escapa nada.
Felizmente, não foi um "freudian slip", pois não recebi nada de mal.
Mas já agora fica lá o erro :-)

rita disse...

linda!
se a tua vida depender da minha amizade, viverás até aos 120!
beijos

Anónimo disse...

Sim, sim...
E se depender de mim....200 anos (vais aparecer na TV mas na CARAS... vai ser mais difícil).
Agradecia que escrevesses já a receita pois com 190 anos…. Só deve vir a água…
Gostei muito de estar ao teu lado ao som da Grândola.
M ou G